M8 e M22 são designações estranhas para quem não vive no mundo das estrelas! São as abreviações de dois magníficos astros celestes que foram incluídos pelo astrônomo francês Charles Messier na sua famosa lista de 110 objetos astronômicos de aparência semelhante a cometas, compilados entre os anos de 1758 e 1782 : O Catálogo Messier. M8 e M22 são também as “primeiras luzes” , ou primeiras imagens de céu profundo obtidas pelo Núcleo de Astronomia (N-Astro) do IFCE Campus Juazeiro do Norte com o Telescópio Schmidt-Cassegrain de 203 mm de abertura e a câmera Canon T1i acomplada em modo de foco primário, recém-adquirida pela instituição através de projeto aprovado pela Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNCAP).

Messier 8 ou Nebulosa da Lagoa. Imagem: Equipe N-ASTRO IFCE Campus Juazeiro do Norte

Messier 8 ou Nebulosa da Lagoa. Imagem: Equipe N-ASTRO IFCE Campus Juazeiro do Norte

Messier 22. Imagem: Equipe N-ASTRO IFCE Campus Juazeiro do Norte

Messier 22. Imagem: Equipe N-ASTRO IFCE Campus Juazeiro do Norte

As imagens da Nebulosa M8 e do Aglomerado Globular M22 foram obtidas às 20h23m40s e 20h07m00s, respectivamente, no dia 31 de agosto de 2011. O Setup usado para a captação foi: câmera T1i em foco primário, modo manual, ISO 1600, 30 segundos de exposição. Para o processamento das duas únicas imagens-testes, foram utilizados os softwares: Infanview V4.2, Color Efex Pro V3.0, Hot Pixels Filter, Noiseware Profissional V4.2, Star Spikers Pro 2 e Sky Filter.

As imagens de céu profundo serão excelentes complementações para divulgação científica e comporão acervo para palestras astronômicas e pesquisas fotométricas de estrelas variáveis, cometas e asteróides, para uso de estudantes em projetos escolares na Região do Cariri e para colaboração com instituições astronômicas no Brasil e no Exterior. Nossos estudantes, beneficiados pela baixa latitude que se encontra o Núcleo de Astronomia, poderão ainda utilizar as imagens para buscas, inéditas na Região, de estrelas novae no céu astral. Estrelas Novae ou “Novas” são estrelas que subitamente se tornam de 10 mil a 100 mil vezes mais brilhantes em algumas horas ou dias, parecendo ser uma nova estrela no céu.

Localização de M8 e M22. Crédio imagem: Torsten Bronger (Aachen na Alemanha)

Localização de M8 e M22. Crédio imagem: Torsten Bronger (Aachen na Alemanha)

Messier 8 ou M8 é também conhecida por Nebulosa da Lagoa e está localizada na Constelação de Sagitário. A Nebulosa, que está situada a cerca de 4000-5000 anos-luz de distância, é uma gigantesca nuvem de matéria interestelar que atualmente passa pelo processo de formação de estrelas. O aglomera estelar (acima e à esquerda da nebulosa) designado de NGC 6530 é o resultado desse processo, foi formado pelos gases da nebulosa difusa.

Messier 22 – Também localizado na Constelação de Sagitário, é constituído por cerca de 70 000 estrelas e é um dos mais próximos aglomerados globulares, está a uma distância aproximada de 10 600 anos-luz da Terra.