O Bloco 922 no Campus do Pici abriga as Secretarias dos cursos de graduação  (bacharelado e licenciatura) e de pós-graduação (especialização, mestrado e doutorado) em Física, a secretaria do Departamento, a Biblioteca Setorial de Física, três laboratórios e treze gabinetes de professores. Nesse bloco existiam cinco banheiros, um dos quais para pessoas com necessidades especiais. Existiam cinco banheiros… Esse é o tempo correto do verbo. É necessário, portanto, que se afirme que a comunidade (estudantes, funcionários e professores) instalada no Bloco 922 está sem banheiro há mais de um ano. Explico, para que vocês apreendam o ridículo da situação. Quando candidato a Reitor, o saudoso Professor Ícaro aquiesceu com a reforma do Bloco 922, que consistia na construção de sala de reuniõese gabinetes para professores. A reforma foi iniciada com o Prof. Ícaro na Reitoria e, e na ocasião discutiu-se a possibilidade dos banheiros
do térreo continuarem funcionais e serem a última etapa da reforma. Como foi asseverado que essa reforma seria rápida, rapidíssima, os cinco banheiros foram quebrados. Na campanha para Reitor que sucederia o Prof. Ícaro, a continuidade e conclusão da reforma do Bloco 922 foi asseverada. Contudo, poucos meses após a posse do novo Reitor da UFC a reforma do Bloco 922 foi interrompida. Novo alento e esperança de ver os banheiros de volta ao dia-a-dia do Bloco 922 chegou com a visita do Reitor da UFC ao Departamento de Física, ocorrida no dia 12 de agosto próximo passado – nova asseveração de continuidade e conclusão da reforma. Finalmente – muitos acreditaram – a volta dos banheiros para gáudio da comunidade do Bloco 922. Porém, já se passaram mais de dois meses da visita do Reitor e nem um único prego foi colocado no Bloco 922, muito menos um vaso sanitário. A única explicação para tamanho desrespeito é a falta de recursos financeiros, pois qualquer outra explicação será ignóbil. Finalizo ponderando que a falta de banheiro é mais constrangedora para as mulheres que para os homens, ao mesmo tempo em que clamo por banheiro, que
é uma necessidade básica ao ser humano.

José Carlos Parente de Oliveira
Professor Associado II – Departamento de Física – UFC