Já fazem vários dias que terminou o CESOL – Congreso Estadual de Software Livre – aqui na UFC, mas só agora pude escrever alguma coisa sobre o evento.

Começo falando das coisas positivas que vi lá, como a inclusão digital através do software livre. Havia uma tenda de jogos onde vi títulos como Quake III rodando no Linux. Também poderia falar das palestras e de uma oficina com sucata, mas quero logo falar da parte ruim do evento. Exceto algumas palestras, para participar de qualquer outro evento, como minicursos, maratona de segurança, concurso de robótico e outros, era necessário pagar. E muito me admira que mesmo usando o espaço da Universidade, tenha sido assim.

Quero encerrar esse breve post dizendo que não sou contra software livre e nem odeio linux, na verdade eu amo! Tanto que implementei o Linux nos PCs novos que chegaram na Biblioteca do Curso de Física.